Origem do Homem
 Evolução Humana
 Tempo Histórico
 Períodos da História
 Grandes Civilizações
 Descobrimento do Brasil
 Território Brasileiro
 Três Poderes
 Guerra do Paraguai
 Guerra Fria
 Primeira Guerra Mundial
 Segunda Guerra Mundial
 Revolução Russa
 Guerra dos Canudos
 Revolução Farroupilha
 Inconfidência Mineira
 Laifis de História
 Mais Conteúdos [+]

 Exercícios Resolvidos
 Provas de Vestibular
 Simulados On-line
 Jogos On-line

 Área dos Professores
 Atualidades
 Profissão Historiador
 Dicionário de História
 História Ilustrada
 Personalidades Históricas
 Resumos

 Curiosidades
 Lendas & Mitos
 Links Úteis
 Datas Comemorativas
 Efemérides
 Hoje na História
 Indicação de Livros
 Indicações de Filmes
 Vídeos
 Textos dos usuários
 Hinos
 Mapas Históricos
 Fale Conosco

 
Busca Geral

 

Cronologia da Segunda Cruzada

1145, 14 de Dezembro.
O Papa Eugênio III proclama a 2.ª Cruzada.
1146, 31 de Março.
Sermão de São Bernardo de Claraval na basílica de Vézelay, a pregar a Cruzada.
1146, 15 de Setembro.
O atabaque de Alepo, Zinki é assassinado pelos seus pajens. O reino de Edessa é partilhado pelos seus dois filhos, Ghazi e Nur ed-Din.
1146, 27 de Outubro – 3 Novembro.
Jocelino II reocupa Edessa.
1146, 25-27 de Dezembro.
São Bernardo de Claraval ordena a Conrado III, imperador alemão, que dirija a cruzada.
1147
 Partida do rei de França, Luís VII, e de Conrado III para a Palestina.
1147, 4 de Outubro.
Luís VII chega a Constantinopla.
1147, 26 de Outubro.
Os cruzados alemães, abandonados pelos bizantinos, são esmagados em Dorileia.
1148, Março.
Luís VII desembarca em Antioquia.
1148, 23 de Julho.
As tropas francesas, os sobreviventes da cruzada alemã e os cavaleiros da Terra Santa põem cerco a Damasco. Abandonam-no cinco dias depois, sem terem conseguido conquistar a cidade.
1149, Primavera.
Luís VII e Conrado regressam a França. A Segunda Cruzada falha e o mito da invencibilidade dos Francos é arrasado.
1149, 29 de Junho.
Nur ed-Din derrota os francos em Ma'arra, e mata Raimundo de Poitiers.
1150
Perante a ameaça muçulmana, Balduíno III abandona Turbessel e outras fortalezas do Norte do reino de Jerusalém.
1153, 19 de Agosto.
 Os Francos tomam Ascalon, que lhes resistia desde a Primeira Cruzada. 
1153, 20 de Agosto.
 São Bernardo morre no mosteiro cistercense de Claraval, de que era abade desde 1115.
1154
 Nur ed-Din entra em Damasco.
1155
 Ataque normando contra Alexandria, no Egito.
1155-1156
Renaud de Châtillon, príncipe de Antioquia, põe Chipre a saque.
1158
Harim é retomada por Balduíno III.
1159
O Príncipe de Antioquia reconhece o Imperador Bizantino como seu suserano.
- Os Francos com a ajuda dos Bizantinos põem cerco a Alepo.
- Os Bizantinos fazem a paz com Nur ed-Din.
1162, 10 de Janeiro.
Morte de Balduíno III. O seu sobrinho, Amaury I sobe ao trono de Jerusalém.
1164
Amaury I cerca  Pelusa, mas tem que levantar o cerco porque Nur ed-Din retoma Harim.
1167
Amaury I, rei de Jerusalém, ocupa o Cairo.
1168
Expedição de Amaury I ao Egito, que fracassa 
- Nur ed-Din reocupa o Cairo.
1169
Saladino (Salah ed-Din), fundador da dinastia curda dos Ayyubidas, é nomeado vizir do Egito por Nur ed-Din, califa de Damasco. 
1170
Amaury I bate Nur ed-Din no Mar Morto e Saladino em Gaza.
1171
Saladino elimina o califado fatímida do Cairo. A divisão dos muçulmanos entre o califado de Damasco e o califado do Cairo desaparece. 
1173
Saladino manda construir  um convento no Cairo. Adota o título de malik - rei - e ocupa o Alto Egito e envia uma expedição ao Iêmen.
1174, 15 de Maio.
Morte de Nur ed-Din. Saladino apodera-se do poder na Síria. 
- Morte de Amaury I. Começo do reinado de Balduíno IV.
1176
Os Turcos seljucidas do Rum aniquilam o exército bizantino do imperador Manuel Comneno em Myriocefalo.
- Saladino começa a construção da grande cidadela do Cairo.
1177
Cruzada dirigida pelo conde da Flandres, Filipe da Alsácia.
1177, 25-26 de Novembro.
Saladino é derrotado em Montgisard por Balduíno IV.
1179
Saladino ataca Tiro.
1180
Saladino e Balduíno IV assinam uma trégua.
1182, Agosto.
Saladino ataca Nazaré e Tiberíade e tenta tomar Beirute para dividir em dois os Estados latinos.
- Massacre de Latinos em Constantinopla.
1183
Expedição de Renaud de Châtillon contra Medina. A expedição é aniquilada por Saladino, que se torna o grande vingador do Islã. A trégua de 1180 acaba.
1183-1184.
Saladino ataca Alepo e devasta a Samaria e a Galileia.
1184
Advento de Abu Yusuf Ya'qub al-Mançur. Apogeu do império almoada.  
1185
Assinatura de uma nova trégua de quatro anos entre Saladino e Balduíno IV.
1187
Guy de Lusignan torna-se rei de Jerusalém, depois do breve reinado de Balduíno V, impedindo a subida ao trono de Raimundo III de Trípoli, que se refugia em Tiberíade.
1187
Renaud de Châtillon ataca uma caravana que se dirigia para Meca, pondo fim à trégua acordada dois anos antes.
1187, 4 de Julho.
Desastre de Hattin, onde Guy de Lusignan é feito prisioneiro. 
- Saladino volta a tomar Acre, Jafa, Cesareia, Sídon, Beirute e Ascalon.
1187, 20 de Setembro – 2 de Outubro.

Cerco e tomada de Jerusalém pelos muçulmanos. O Santo Sepulcro é fechado e as mesquitas reabertas

Curta nossa página nas redes sociais!

 

 

Mais produtos

Sobre nós | Política de privacidade | Contrato do Usuário | Anuncie | Fale conosco

Copyright © 2009-2017 Só História. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Virtuous.